Arquivo para fevereiro \21\UTC 2013

Ubisoft Mostra Gameplay de Watch Dogs no PlayStation 4

watch-dogs-oxcgn_screenshot-3

Watch Dogs, um dos destaques da E3 2012, A Ubisoft finalmente mostrou mais do que o jogo tem para oferecer.

Ubisoft começou sua apresentação falando sobre conectividade e como o futuro que nos permite jogar em qualquer lugar, a qualquer momento, e que os jogos vão se tornar mais profundo, mais rico e mais crível com o PlayStation 4.

Na gameplay nós vemos o protagonista andando por uma rua altamente detalhado com muitas pessoas. Enquanto caminha pela rua, ícones pop up sobre a cabeça de todos, oferecendo pequenos detalhes sobre sua história.Ele pula sobre uma cerca para ver um homem assaltando uma mulher. O protagonista brande uma arma então o protagonista dá início à perseguição, saltando sobre uma mesa na loja de conveniência, correndo para um beco. Ele vê uma lâmpada que ele pode acessar com o seu telefone, faz explodir, e distrai o assaltante o tempo suficiente para ele se resolver.

watch-dogs-ps4-screen-2

Depois que o assaltante tenha sido capturado , a polícia começar a mostrar-se a perseguir o protagonista. Ele começa a deflagrar o ambiente usando seu telefone e as capacidades de hacking, causando os veículos da polícia parar. Ele sobe um edifício, evitando a polícia, e se depara com um trem. Usando seu telefone, ele faz com que o trem pare em suas trilhas, e sobe em cima.

Uma câmera aleatória no lado de um edifício pode vê-lo, que ele prontamente desativa usando seu telefone. A cenas do jogo termina dizendo: “tudo está conectado. Conexão é poder. ”

Nós ainda não sabemos sobre a data de lançamento de Watch Dogs, mas agora sabemos que está vindo para PlayStation 4.

Anúncios

(Encerrado) Assista a Conferência da Sony ao vivo

Evento Sony 2013 CentrodosGamesBr

Sony está realizando uma conferência de imprensa na quarta-feira 20 de fevereiro, onde a empresa deve revelar detalhes sobre seu sistema PlayStation seguinte. Assista como ela se desenrola neste ao vivo.

A conferência de imprensa começa hoje então favorite esta página e volte quando a conferência começar.

Fique atento ao CentrodosGamesBr para mais notícias e análises após o evento.

Encerrado.

Um outro olhar sobre os rumores PlayStation 4 Controller

controllerPS4

Estamos apenas seis dias de evento de imprensa da grande Sony, Previsivelmente, os boatos foram voando nos últimos dias. Um boato tal do Destructoid envolve a imagem que você vê acima. Foi fazendo as rondas online, com alguns afirmando que é controle do console novo.

Parece uma tela sensível ao toque foi colocado no lugar do começo tradicional e botões de seleção, mas é um pouco pequeno demais para oferecer jogabilidade do nível de um iPad ou U Wii gamepad.

Felizmente, nós vamos ter algumas respostas concretas na próxima quarta-feira. O que você acha … é de verdade?

fonte: Destructoid

ps4

The War Z,Falsdale e Dicas Iniciais

Twitter: https://twitter.com/_PaulohSilva
Acesse: http://www.youtube.com/user/Pauloexbox360
Página no Facebook (Canal): http://goo.gl/iBFD8
Página no Facebook (CentrodosGamesBr) : http://goo.gl/TAFxG
Google+: http://goo.gl/jNwgw

Dead Space 3 Review

imagem1o Bom

  • Sistema excelente arma elaboração adiciona flexibilidade para combater
  • Excelente sentido de atmosfera
  • Grande quantidade de variedade ambiental
  • Co-op faz uma abordagem divertida alternativa para a campanha.

o Mau

  • História complicada
  • Alguns trechos maçante e repetitiva
  • Não remotamente assustador ou inovador

Dead Space 3 é o mais recente capítulo da franquia considerada a mais aterrorizante desta geração. Pela primeira vez o game conta com um modo multiplayer cooperativo e um enredo bem mais interessante que o dos últimos jogos.

Menos assombrações e mais realidade

imagem5Os Necromorphs também perderam sua vantagem. Uma vez que o manteve na ponta da cadeira com seus skitterings fundo ameaçadores e ataques súbitos de choque. Enquanto Necromorphs Dead Space 3 ainda pode fazer adversários desafiadores, eles raramente provocar arrepios na espinha. Assim como os mutantes zumbis de Resident Evil 4 e 5, eles cresceram menos ameaçador com sobre-exposição.

Em Dead Space 3 muita coisa mudou. A começar pelo contato visual com os personagens, fator que cresceu ao longo da franquia, eliminando de vez o clima de solidão de Isaac e introduzindo mais convívio com outros humanos. A maior prova disso é a inclusão de John Carver – personagem que serve como desculpa para acrescentar o modo cooperativo no game.

A história principal gira em torno do protagonista que, depois de sobreviver ao “acidente” com a estação espacial Sprawl, acaba no planeta gelado Tau Volantis. Lá, descobre um outro sobrevivente – Carver,- que vai lhe ajudar a desvendar os mistérios por trás de artefatos conhecidos como Markers, que transformam as pessoas em Necromorphs – as criaturas do jogo.

Na campanha principal, Carver é um mero coadjuvante que surge em determinados momentos, contrariando aqueles que achavam que o game seria uma espécie de Army of Two do futuro. Já o modo cooperativo agrada e serve para inserir alguns diálogos a mais, o que pode soar estranho para quem viveu dois títulos “forever alone” com Isaac.

Pegadinha do ambiente externo

Depois de inúmeros vídeos de divulgação mostrando um ambiente aberto e tomado pelo gelo, muitos fãs torceram o nariz achando que a franquia poderia muda o rumo e perder o seu principal atrativo: o clima de tensão. Temia-se a ambientação escura repleta de salas e corredores apertados que acabaria “morrendo” nesta nova versão.

Mas como uma boa “pegadinha”, Dead Space 3 deixa essa novidade para depois da metade do game, ou seja, durante cerca de 5 horas, os jogadores ainda terão que percorrer ambientes mal iluminados e repletos de criaturas que surgem a qualquer momento – proporcionando aquele susto monumental.

imagem2

A Visceral Games soube conduzir as rédeas e o resultado da experiência de mundo aberto é agradável e revigorante. O jogador passa a vivenciar a história de Isaac de uma nova maneira, com a impressão de estar em outro – ótimo – jogo. Mas não respire aliviado achando que os sustos sumiram, pois agora as criaturas surgem da neve ou do meio de uma nevasca. Essa mesma tempestade acaba sendo a “escuridão” desse ambiente externo, já que é muito difícil enxergar o mundo ao seu redor.

Porém, também há momentos particulares e inovadores. Se os corredores apertados tornam o game bem linear, no momento em que o personagem cruza o ambiente externo, é possível encarar pequenos trechos, como cavernas e trilhas mais curtas. Elas quase sempre resultam em itens espalhados pelo chão e encontro com mais criaturas. Mas nada que faça o jogador se desesperar sem saber por onde ir.

Campanha e modo cooperativo

O começo da campanha mostra a história dos acontecimentos principais do jogo. Antes mesmo de começar a controlar Isaac, você é apresentado a uma prévia do que será se aventurar no mundo aberto – mesmo que esta experiência não esteja disponível em boa parte do jogo. Depois, Dead Space volta a ser como antes, mostrando uma trama envolvente em bases abandonadas – a característica principal da franquia.

imagem3

Os puzzles também estão de volta, mas sem a mesma dificuldade dos títulos anteriores. É possível notar também que, embora o game esteja cada vez mais difícil se tratando do combate contra inimigos, os quebra-cabeças foram ficando cada vez mais simples e pouco atrativos. Em determinados momentos, chega a ser ridículamente simples solucioná-los.

O que agrada mesmo é a forma com que tudo é construído no jogo. Quando você começa a achar o game monótono, uma série de eventos faz surgir Necromorphs por toda parte, ou então, entra uma cena em que é preciso acertar os comandos para sobreviver. Desse jeito, mesmo que seja rotineira a forma com que os objetivos são determinados, há sempre uma mudança significativa no cumprimento das tarefas.

Mira eficiente e esquiva falha

Em comparação com os outros títulos, a jogabilidade de Dead Space 3 permanece praticamente a mesma. Ainda é possível usar e abusar da telecinese para arremessar objetos como uma espécie de arma, ou congelar seus inimigos quando aglomerados, utilizando o Stasis Pack. Mantém-se assim as características do sistema de combate da franquia, que oferece outros recursos para atacar seus inimigos quando sua munição acaba.

O grande fiasco fica por conta do sistema de esquiva, que acaba decepcionando. Isso porque, na grande maioria das vezes, Isaac pode executar o movimento e se livrar de um momento de aperto, porém ele ainda sofre o dano do golpe. A única – e pequena – vantagem é que assim você evita que o personagem fique atordoado e pode contra atacar.

O sistema de mira também continua um pouco confuso. Algumas armas ainda demoraram muito para serem recarregadas e não possuem tanta precisão. Entretanto, a medida em que elas são evoluídas, isso muda um pouco e torna-se mais fácil acertar um determinado alvo.

Visual de outro mundo

O visual de Dead Space 3 continua sendo um dos grandes atrativos do game. Se nos outros capítulos a ambientação era limitada a salas mal iluminadas e poucos momentos vagando pelo espaço sideral, agora é possível notar uma variedade maior de cenários. A novidade fica por conta da cruzada em meio a neve e alguns pequenos trechos, como a introdução do game, que mostra a casa e a cidade natal de Isaac.

A forma com que o game apresenta o clima sombrio também deve-se muito ao belo efeito de sombra e luz do jogo. Nos momentos de muito breu, apenas a sua arma é a fonte de iluminação do local. E sem ela, encontrar seus inimigos é uma tarefa mais que árdua.

E falando em inimigos, há uma variedade considerável de Necromorphs e outras criaturas prontas para atacar Isaac. Porém, a sensação é que faltaram mais inimigos de destaque, como por exemplo, chefes e outros monstros gigantescos. Não faltam, porém, coadjuvantes na trama, que aparecem em número exagerado e, muitos, sem uma explicação convincente para seu surgimento na história.

Sistema de evolução de armas

Anunciado com um grande alarde, o sistema de personalização e evolução de armas divide opiniões. Primeiro é preciso elogiar o quanto é viciante percorrer corredores atrás de simples peças que podem ajudar a aprimorar seu armamento. Em Dead Space 3 é possível até montar uma “dupla arma”, ou seja, você pode, por exemplo, fatiar seus inimigos com a Line Gun, e com um outro botão, explodir tudo pela frente com uma Grenade Launcher.

Mas como nem tudo são flores, há também motivos para repudiar esse sistema. Primeiro é a demora para evoluir tanto as armas quanto a sua armadura. Depois de muitas horas de jogo e centena de itens coletados, você finalmente poderá construir algo eficiente o bastante para sobreviver no game. Ou então, optar pelo polêmico sistema de transação.

Em Dead Space 3, é possível comprar a sua arma com dinheiro de verdade. As redes onlines e suas lojas virtuais vendem kits que ajudam a evoluir seu armamento de uma forma mais rápida. Sendo assim, enquanto alguns sofrem no jogo em busca de uma evolução satisfatória, outros investem uma graninha e se tornam verdadeiros Rambos do espaço. Porém, não há uma obrigatoriedade do game que force o jogador a comprar alguma coisa. A decisão parte de cada um.

imagem4

Conclusão

A pior coisa sobre Dead Space 3 é que, enquanto ele compartilha uma história e uma estética com seus antecessores, ele realmente não se parece com um jogo Dead Space. Ir além disso, no entanto, e é um jogo de ação liso, bonito e muito divertido de ficção científica, com algumas interessantes mecânica de jogo co-op fantástico. Seria uma vergonha se survival horror visceral abandonada neste momento, e Dead Space 2 é facilmente o melhor dos três jogos, mas se você pode suportar a mudança para grandes armas e da violência, Dead Space 3 ainda oferece um bom jogo e demorado.

EA envia primeira onda de Battlefield 3 Screens do Jogo Final

battlefieldend jogo final

EA e a DICE lançaram as primeiras Screens para o 3 Jogo de expansão Battlefield Fim. O DLC inclui quatro novos mapas, três veículos adicionais, o retorno de dois modos de jogo e muito mais.

Os jogadores poderão fazer check-out, em março, com membros do serviço Premium PS3 Battlefield 3 recebendo um tiro no conteúdo de uma semana antes de todo mundo.

Aqui está um olhar para o que está incluído, direto da EA e a DICE.

  •      Luta durante todo o ano em quatro mapas vastos e de tirar o fôlego, incluindo Railroad Kiasar e Riverside Operação. Cada local é inspirado por uma das quatro estações, fornecendo terreno distinto e visuais, tudo projetado para combate de alta velocidade
  •      Ir no banco de três novos veículos, incluindo a bicicleta da sujeira rápido e ágil, e dois novos veículos AA
  •      Retorno do clássico Capture the Flag e modos de jogo Air Superioridade
  •      Nos céus, a dropship novo introduz a capacidade de se virar o jogo com ar rápida implantação gotas de transporte de tropas
  •      5 novas atribuições
  •      16 novas dog tags
  •      5 novas conquistas / troféus
  •      Editora: Electronic Arts
  •      Desenvolvedor: DICE
  •      Formatos: PlayStation 3, Xbox 360, PC
  •      Lançamento: A partir de março, com uma semana de acesso antecipado para PlayStation 3 membros Premium
  •      Jogadores: 2-24 (consoles), 2-64 (PC)
  •      MSRP: $ 14.99 USD para PlayStation 3 e PC, 1200 MS Points

Activision anuncia impressionantes números de vendas 2012

https://i1.wp.com/i45.tinypic.com/35a80ap.jpg

Activision Blizzard divulgou seu calendário 2012 finanças anos hoje, e desafiou o mercado de jogos em queda, com números impressionantes de vendas.

CEO Bobby Kotick disse, “Estamos muito satisfeitos em informar que a Activision Blizzard entregue o melhor desempenho de sua história. Com melhor do que o esperado receita líquida, margens operacionais e lucros recordes de discos, e mais de US $ 1,3 bilhões em fluxo de caixa operacional, continuamos a definir a barra de sucesso da indústria. Eu gostaria de agradecer aos nossos funcionários incrivelmente talentosos em todo o mundo por sua paixão unidade e criatividade, que continua a alimentar o nosso sucesso. ”

Quando você olha para os números, as suas palavras foram bem justificada. A receita líquida da empresa foi de 4,86 ​​bilhões dólares, acima dos 4,76 bilhões dólares em 2011. A empresa também teve um crescimento nas vendas digitais, que apuradas $ 1,6 bilhões e representou 32 por cento da empresa, as vendas líquidas totais.

Este sucesso foi impulsionado, não surpreendentemente, pela lista da empresa de mega-franquias. Seu Call of Duty e linhas de Skylanders foram os anos de primeiro e terceiro best-seller franquias, e Call of Duty: Black Ops II foi o jogo mais vendido do ano em dólares gerados.

Até o final de 2012, os jogos de Skylanders (Aventura Skylanders Spyro e Giants Skylanders) e linha de brinquedos foram responsáveis ​​por mais de US $ 1 bilhão em vendas ao longo da vida, com os valores mais de 100 milhões de Skylanders brinquedos vendidos no mundo.

A Blizzard também entregou grandes números, com Diablo III check-in como o jogo de PC mais vendido de varejo (12 milhões de unidades vendidas) e as Brumas de expansão Warcraft de Pandaria pegar o número três slot os dez melhores jogos de PC de 2012 lista. World of Warcraft, embora abaixo de seu pico, ainda mantém mais de 9,6 milhões de assinantes mensais.

Na parte voltada para o futuro da declaração, a Activision confirmou que o Black Ops DLC Map Pack II Revolução (a cronometrado exclusivo Xbox 360) será lançado para outras plataformas no primeiro trimestre de 2013, e que o StarCraft II: Heart of the expansão Swarm será lançado em 12 de março.

Fonte: Activision Blizzard