Arquivo para junho \24\America/Sao_Paulo 2011

Confira os lançamentos que estão bombando nesta semana

Estamos chegando à época das férias e essa semana de junho, que vai do dia 19 até 25, já serve como um tira-gosto desse período de descanso, graças ao feriado de Corpus Christi, nesta quinta-feira.
No mundo dos games, entretanto, a rotina continua agitada. Dentre os destaques, temos títulos como Shadow of the Damned e o tão esperado F.E.A.R. 3, assim como diversos outros conteúdos para download. Sem mais delongas, confira o que está bombando nesta semana nas plataformas de sétima geração:
Lembrando que a cotação atual do dólar é de R$ 1,58.


Lançamentos em mídia física
  • Dungeon Siege III  
  • Cars 2: The Video Game
  • Shadows of the Damned
  • F.E.A.R. 3
Xbox Live Arcade
  • Trenched  

Lançamentos em mídia física
  • Dungeon Siege III  
  • Cars 2: The Video Game
  • Shadows of the Damned
  • F.E.A.R. 3
PlayStation Plus
Jogos com desconto
  • 3 on 3 NHL Arcade (preço da PlayStation Plus US$3,00, preço normal US$9,99)
  • Madden NFL Arcade (preço da PlayStation Plus US$5,00, preço normal US$9,99)
  • Tiger Woods PGA TOUR 12: The Masters Eagle Pack (preço da PlayStation Plus US$20,99, preço normal US$34,99)
Temas & Avatares em destaque
  • Growing Garden Dynamic Theme (grátis e exclusivo para assinantes da PlayStation Plus)
  • Mega Man Legends 2 – 18 Avatar Bundle (exclusivo para assinantes da PlayStation Plus  por US$1,99)
Atualizações
  • Bionic Commando Rearmed 2 – Sale (PS3) (agora US$9,99, preço original US$14,99)
  • Bionic Commando: Rearmed – Sale (PS3) (agora US$4,99, preço original US$9,99)
Jogos para download
  • Alien Zombie Mega Death (US$7,99)
     
Game Demos
  • Virtua Tennis 4 PS3 Move/3D Demo
     
Conteúdo adicional
  • ModNation Racers Moon Colony Props Pack (US$4,99)
  • Killzone 3 From The Ashes Pack (US$4,99)
  • Castlevania: Lords of Shadow – Ressurection (US$9,99)
  • Record of Agarest War Zero – Additional Costumes and Packs (grátis – US$7,99) (x14)
  • Marvel Vs Capcom 3: Fate of Two Worlds – Shadow Battle 10 (US$0,99)
  • Cars 2: Add-ons (US$0,99 – US$2,99) (x4)
  • Mortal Kombat – Warrior Skarlet (US$4,99)
  • L.A. Noire: “Nicholson Electroplating” Arson Case (grátis com a compra do L.A. Noire Rockstar Pass) (US$3,99)
  • YOU DON’T KNOW JACK: Jack Pack 4 (US$4,99)
  • F.E.A.R. 3 – F.E.A.R. Pass (US$9,99)
  • Yoostar 2: Various Scenes (US$1,99 – US$6,99) (x13)
Rock Band 3
  • “Blurry” – Puddle of Mudd (US$1,99)
  • “Control” – Puddle of Mudd (US$1,99)
  • “She Hates Me” – Puddle of Mudd (US$1,99)
  • “Misery” – Maroon 5 (US$1,99)
  • “This Love” – Maroon 5 (US$1,99)
  • “Won’t Go Home Without You” – Maroon 5 (US$1,99)
  • Maroon 5 Pack 2 (US$5,49)
  • Puddle of Mudd Pack 1 (US$5,49)
  • “Chameleon Carneval” – Andromeda (US$1,99)
  • “Deception – Concealing Fate Part Two” – TesseracT (US$1,99)
  • “Half Crazy” – Jukebox the Ghost (US$1,99)
  • “Veil Of Illumination (Part 1)” – Andromeda (US$1,99)
  • “Veil Of Illumination (Part 2)” – Andromeda (US$1,99)
Pacotes
  • Killzone 3 Map Pack Bundle (US$9,99)
  • Compre Marvel Pinball – Adquira ZEN PINBALL Gratuitamente (US$9,99)
  • Cars 2: The Video Game – Undercover Character Bundle (US$2,99)
  • Sonic’s 20th Birthday Bundle Sale (US$19,99)
     
Avatares
  • Prinny 2: Phantom Thief Avatar (US$0,49)
     
Game Videos
  • Top Spin 4 – Playstyles Trailer #4: All Around
  • Call Of Duty: Black Ops Escalation Multiplayer Preview Trailer
  • Fallout: New Vegas – Honest Hearts DLC Trailer
  • Harry Potter And The Deathly Hallows Part 2: Heroes’ Trailer
  • Call Of Juarez The Cartel Gameplay Trailer
  • Storm – Winter Trailer
  • Operation Flashpoint: Red River Trailer
     
Temas de PlayStation 3
  • Armageddon Riders Dynamic Theme (US$2,99)
  • PlayStation Move Ape Escape Dynamic Theme (US$2,99)
  • American Pride Dynamic Theme (US$2,99)
  • PlayStation Store for PSP
PSP minis (também disponíveis no PS3 Storefront)
  • Brick Breaker (US$3,99)
  • Labyrinth (US$3,99)
  • Solitaire (US$3,99)

  • F.E.A.R. 3
  • Gods and Heroes: Rome Rising
  • 50% de desconto em EVE Online: Incarna!
  • 66% de desconto em James Bond: Blood Stone e Quantum of Solace
  • Magicka Final Frontier
  • Magicka The Watchtower
  • Magicka Party Robes
  • Magicka Frozen Lake

Blizzard preparando evento para Beta de Diablo III?

Tom Clancy’s Ghost Recon: Future Soldier

Lutem juntos ou morram!

Ghost Recon: Future Soldier vem chamando a atenção dos jogadores desde que foi revelado no ano passado. Com um design promissor, o título deve revolucionar o gênero de simuladores de combate tático em terceira pessoa.
Durante a Electronic Entertainment Expo 2011, o título foi um dos grandes destaques das conferências da Microsoft e da Ubisoft. Ambas as empresas levaram o jogo ao palco para demonstrar suas novas funcionalidades e principalmente, o suporte para o Kinect — acessório de captura de movimento do Xbox 360.

 
Kinect Warfighter
Como já adiantamos, Ghost Recon: Future Soldier será mais um título hardcore com suporte para o inovador sistema de captura de movimento do Xbox 360, o Microsoft Kinect. Dentro do jogo, você poderá utilizar gestos e comandos voz para personalizar seu equipamento e comandar seu pelotão dentro do campo de batalha.

Img_normal 

O modo Gunsmith,
demonstrado pela Microsoft durante a sua coletiva na E3 2011, permite que o jogador “desmonte” a sua arma, analise cada aspecto do equipamento e reconstrua tudo da forma que achar mais apropriada. Tudo isso apresentado com uma interface futurista, no melhor estilo “Minority Report”.
Além disso, caso você não seja um verdadeiro entusiasta bélico, basta pedir para que o próprio jogo configure tudo. Com um simples comando de voz, o jogador pode pedir que o computador escolha as melhores configurações de equipamento adequando a sua arma para cenários específicos; como combate em locais fechados, longa distância ou situações diversas.
 
Ninguém fica para trás
Um dos focos do novo Ghost Recon é o multiplayer, algo que foi demonstrado no estande da Ubisoft. A empresa disponibilizou várias unidades para que os jogadores testassem uma missão na qual o objetivo era resgatar um prisioneiro.
Nessa apresentação foi revelado o sistema Synchronized Takedown, no qual você e seus companheiros de pelotão devem coordenar seus ataques para eliminar silenciosamente quatro oponentes de uma só vez. Esse sistema de ações sincronizadas também se aplica para outras ações em conjunto, como arrombar portas e limpar salas.
Entre os apetrechos mais úteis está o novo AR Drone. Trata-se de um “robô” radiocontrolado capaz de analisar o terreno sem comprometer a posição da sua equipe. Controlando a máquina de uma posição segura, você pode “marcar” os alvos e coordenar o ataque para um Synchronized Takedown.
Img_normal
O jogo reforça a ideia de que a sua equipe está sempre em desvantagem numérica e que você só alcançará a vitória graças a sua habilidade e equipamento superior.
Apesar das revelações apresentadas na última E3, Ghost Recon: Future Soldier ainda reserva vários mistérios — como todo bom fantasma. O jogo está previsto somente para 2012 e até lá ainda devemos ouvir muitas novidades sobre esse jogo promissor.

Final Fantasy XIII-2

Um novo capítulo da saga dos cristais

Se o lançamento de um Final Fantasy em uma nova geração é uma espécie de marco, a chegada do mais recente capítulo da série também trouxe uma boa dose de decepção na bagagem. Ao mesmo tempo em que o incrível potencial gráfico encheu os olhos dos proprietários do PlayStation 3 e Xbox 360, a linearidade extrema vista na saga de Lightning destoou completamente de tudo aquilo que foi feito até então e desagradou aos fãs.
Com tantas críticas negativas à conceituada franquia, era de se esperar que a Square Enix procurasse uma forma de consertar os erros do game. Dessa forma, o estúdio retomou a história dos l’Cie e expandiu a já complexa trama que envolve o universo de Pulse com Final Fantasy XIII-2, a primeira sequência direta de um game da série principal desde FF X-2. A Fabula Nova Crystallis acaba de ganhar um apêndice.

Img_normal

 
O renascer da série
Embora o contexto em que FF XIII-2 se situa não esteja claro, uma coisa é certa: Pulse mudou muito desde a conclusão de Final Fantasy XIII. O fim do domínio dos fal’Cie trouxe uma era de paz ao mundo e livrou milhões de pessoas do estigma de serem l’Cie – o que também acabou com a segregação existente em Cocoon por conta da “marca amaldiçoada”.
Porém, nem só de alegrias vive a população. Desde que abandonou sua forma de cristal, Serah tem de conviver com a suposta morte de sua irmã, Lightning. O que ela não sabe é que a protagonista do jogo anterior está viva, mas muito longe de casa, quiçá em outro mundo.
É a partir dessa premissa enigmática pouco clara que a trama de Final Fantasy XIII-2 tem início. Trazendo novos personagens e velhos conhecidos, a Square Enix tenta corrigir os erros do título anterior ao mesmo tempo em que adiciona elementos inéditos à série.

Img_normal

O primeiro ponto que difere o novo título de seu antecessor é o abandono da linearidade. Se Final Fantasy XIII foi criticado por apresentar uma aventura cujo maior desafio era seguir em linha reta, sua sequência promete ser diferente e trazer mais opções para os jogadores.
De acordo com os produtores do game, Yoshinori Kitasi e Motomu Toriyama, o jogo permitirá que o usuário tome várias decisões ao longo da jornada, o que pode alterar o rumo da própria história. Desse modo, Final Fantasy XIII-2 não terá apenas um final, mas vários que serão determinados de acordo com as escolhas feitas ao longo do viagem.
A novidade foi exibida durante uma demonstração do título no estande do estúdio na E3. Nela, os personagens Serah e Noel – um dos protagonistas que faz suas estreia neste episódio e luta equipado com duas espadas – enfrentam uma criatura gigantesca chamada Atlas. Em determinado momento do confronto, o jogador podia optar por enfrentar o monstro ou procurar uma forma de enfraquecê-lo.
Mais do que isso, o novo Final Fantasy traz também os quick time events para deixar as batalhas mais dinâmicas e variadas. Esses pequenos eventos são chamados de Live Trigger e introduzem rápidas animações em meio à pancadaria. Ao conseguir pressionar os comandos corretos contra Atlas, por exemplo, Noel utiliza um poderoso golpe ou naves do exército derrubavam a criatura.
Outra adição que deve tornar esses encontros contra monstros mais variados é o Mog Clock. Ao encontrar um adversário no mapa, um relógio surge na tela e seu ponteiro oscila entre uma área verde e outra vermelha. Caso a luta inicie com o indicador em seu ponto positivo, seu time receberá status benéficos, como Haste e Protect. No entanto, também é possível que seus agressores tenham alguma vantagem, o que torna cada combate uma roleta-russa.
Apesar de todas essas novidades contribuírem para tornar Final Fantasy XIII-2 um título muito mais diversificado, nenhuma delas se compara ao recurso mais desejado pelos fãs da série: o pulo. Ao longo de toda a franquia, os jogadores nunca puderam fazer com que seus personagens saltassem pelo cenário, algo que deve mudar a partir deste jogo.
Por mais que seja algo básico, a ação traz novas possibilidades à jogabilidade. De acordo com os produtores do game, explorar o cenário em busca de objetos e equipamentos será um desafio a mais que os personagens terão de enfrentar.
 
Temos de pegar
Ao longo da trama, Serah e Noel encontrarão vários aliados que os ajudarão em várias tarefas. Alguns já foram apresentados, como os membros do grupo NORA e outros velhos conhecidos. No entanto, eles não são os únicos a auxiliar os protagonistas, pois Final Fantasy XIII-2 traz uma adição muito curiosa.

Img_normal

Neste novo episódio, os personagens poderão invocar monstros para lutar ao seu lado. Ao derrotar inimigos ao longo do jogo, há a chance de você receber um cristal como prêmio pelo combate. Esse item pode ser usado a qualquer momento para trazer a criatura de volta à vida, o que promete ser um grande apoio em vários momentos. Já pensou como seria útil ter um Behemoth de estimação?
A Square Enix confirmou a existência de uma extensa lista de “inimigos colecionáveis”. Isso deve trazer novas possibilidades para os confrontos, pois cada um deles possui habilidades bastante específicas, fazendo com que as estratégias sejam variadas e a jogabilidade igualmente diversificada.
 
Ajustando detalhes
Porém, nem tudo é novidade em Final Fantasy XIII-2. Como dito anteriormente, trata-se de uma sequência feita para corrigir os erros de seu antecessor e não para revolucionar o sistema por completo. Desse modo, vários aspectos do game original foram mantidos, atualizados ou corrigidos para agradar aos fãs.

Img_normal

Exemplo disso é a própria estrutura dos combates. A mecânica dos Paradigm Shift permanece, assim como os estilos de batalha determinados pelos Roles. A diferença é que, desta vez, eles estão menos fechados e trazem mais liberdade para os jogadores. Exemplo disso é que há diferenças de comportamento quando padrões iguais são selecionados, algo que torna a escolha muito mais tática.
Além disso, FF XIII-2 terá missões paralelas ocorrendo por todo o mundo. A diferença é que agora elas acontecem de modo aleatório, ou seja, sem lugar marcado. De acordo com os produtores, essa característica foi inspirada pela dinâmica oferecida pela Rockstar em Red Dead Redemption. Outro elemento aproveitado do Velho Oeste de John Marston é a montaria realista, o que deve deixar os passeios de Chocobo muito mais interessantes.
Final Fantasy XIII-2 chega ao PlayStation 3 e Xbox 360 no início de 2012.

Sniper: Ghost Warrior 2

Quando o camper vira rei

Em um mundo dominado por games de tiro em primeira pessoa e sua ação frenética, há uma categoria de jogador que é capaz de deixar qualquer usuário bem nervoso: os campers. A estratégia deles é simples: utilizar rifles com mira telescópica e ficarem bem escondidos em locais escuros do mapa, esperando que um oponente desavisado passe por ali. Quando isso acontece, tudo o que se escuta é o som de um tiro e a mensagem no canto da tela, indicando um tiro na cabeça bem-sucedido.
Jogos como Call of Duty, por exemplo, tentam desencorajar essa prática por meio de indicações visuais da posição dos jogadores a cada vez que um disparo é efetuado. Outros, como é o caso de Sniper: Ghost Warrior 2, abraçam essa prática completamente e a transformam no ponto principal da jogabilidade. No título, não há tiroteio, e vence o jogador que for mais estratégico.

ImgSniper2CentrodosGamesBr
 O título está sendo desenvolvido pela City Interactive e utiliza a CryEngine 3. O motor gráfico utilizado por jogos como Crysis 2 permite uma melhor utilização da física dos ambientes, assim como uma grande distância visual e belos gráficos. Tudo o que um jogo que foca nos franco-atiradores é obrigado a ter.

Um assassino contratado pelo governo

Durante a E3 2011, o City Interactive apresentou a primeira demo técnica do título. Isso significa que a versão demonstrada é bastante preliminar e representa os estágios iniciais de desenvolvimento de Sniper: Ghost Warrior 2, que agora é focado em áreas geladas, cheias de neve e com diversos elementos para privilegiar a estratégia.
O game levará os jogadores a locais que não são muito comuns em jogos de ação, como as montanhas do Himalaia ou bases inimigas no coração de Sarajevo. Na pele do capitão Cody “Sandman” Anderson, sua missão é realizar uma série de assassinatos por ordem do governo. A missão não será fácil já que, de forma a obter a melhor posição para o disparo perfeito, o soldado deverá passar por uma série de capangas e membros do alto escalão inimigo.

ImgSniper2CentrodosGamesBr02

As missões de Sandman nem sempre são calmas e sorrateiras como deveriam. Para contrastar com a ação extremamente tática, Sniper: Ghost Warrior 2 também conta com momentos de perseguição intensa, nos quais o protagonista precisa acabar com o fogo cruzado inimigo. Isso inclui, por exemplo, helicópteros com metralhadoras giratórias ou navios de guerra.

O de sempre com algo a mais

Muitas das características marcantes da primeira versão do game estão de volta. Isso inclui, por exemplo, o sistema de mira que também leva em conta a trajetória da bala e o vento do ambiente. Quando o disparo é efetuado a longas distâncias, tais fatores são fundamentais para uma morte rápida e sem vestígios. Para auxiliar os novatos, o indicador visual na tela avisa o jogador quando o tiro precisa de alguns ajustes para ser perfeito.
Agora, também é possível atacar os inimigos com golpes físicos, limpando a área para posicionamento e preparação dos disparos mais importantes. Sandman é capaz de cortar a garganta dos capangas dos vilões e esconder os corpos, garantindo assim que não será detectado por um soldado que surja inesperadamente.
A City Interactive promete ainda novos modos online que devem privilegiar não apenas os famosos campers, mas também aqueles acostumados a uma ação mais dinâmica, e que torceram o nariz para o primeiro game da série. A desenvolvedora também afirma ter aprendido muito com os problemas do antecessor e quer entregar uma sequência extremamente polida, da forma como os fãs sempre desejaram.
Sniper: Ghost Warrior 2 será lançado no primeiro trimestre de 2012 em versões PlayStation 3, Xbox 360 e PC.

PES 2012 promete melhorias, mas será que consegue sair do zero a zero?

Com o crescimento incontestável da série FIFA, a Konami vem correndo atrás da concorrência desde a estreia de Pro Evolution Soccer nos consoles de sétima geração. A franquia que dominou o gênero durante a época de ouro do PlayStation 2 perde espaço e fãs a cada ano.

Para diminuir o placar adverso, a Konami apresentou uma série de mudanças radicais na jogabilidade de PES 2011. Agora, em PES 2012 as novidades seguem a mesma tendência e prometem refinar as ideias apresentadas no título anterior.
Durante o evento pré-E3 organizado pela Konami, Shingo”Seabass” Takatsuka, diretor executivo da série, apresentou os novos recursos de Pro Evolution Soccer 2012 e destacou as melhorias da inteligência artificial, egine de impactos e o comportamento da bola.

“Joga 11”
Em PES 2012 o sistema de Inteligência Artificial Ativa promete redefinir a forma como os jogadores se comportarão em campo; recriando movimentações e organizações táticas reais dentro do jogo. Dessa vez os atletas virtuais não ficarão correndo a esmo, ou pior, avançando intempestivamente na direção da bola.


Img_normal

A nova inteligência artificial fará com que os jogadores procurem os melhores espaços no campo — seja na defesa ou no ataque. Assim, quando um atleta estiver no ataque ele estará sempre se movimentando em busca de uma brecha na marcação. Enquanto que a defensiva adversária tentará marcar os atacantes de perto, atento para os passes e investidas.
Dessa forma, não será difícil ver um jogador passando desmarcado por trás da zaga e pedindo por um passe, ou ainda, observar uma movimentação em diagonal de uma atacante, deslocando o defensor e abrindo um caminho para um lateral ou meio-campista.
Essa estrutura proporcionará uma jogabilidade muito mais fluida e natural. Além disso, essas novidades também se aplicam ao comportamento da defesa, que passaram a seguir mais rigorosamente os preceitos táticos selecionados por você.
Assim, organizar a sua defensiva é tão importante quanto atacar. Os jogadores estarão atentos à distância entre si, organizando-se de acordo com as suas ordens para recuar e fazer a cobertura de seus colegas. Além disso, eles também agirão independentemente para fechar eventuais espaços defensivos, bloqueando os atacantes.
Os árbitros também são cruciais para a fluidez geral do jogo e a IA deles foi muito melhorada para garantir poucas interrupções. As decisões foram melhoradas e a vantagem é aplicada com muito mais regularidade em jogadas de impedimentos e faltas. Assim sendo, os árbitros só entrarão em ação quando for realmente necessário, mas mostrarão os cartões uma vez que a jogada esteja parada.

Jogo de corpo
Outra novidade interessante é a remodelação da engine de impactos. Em Pro Evolution Soccer 2012 o jogo estará muito mais “físico” do que nas edições anteriores, ou seja, a força de cada atleta será um atributo importantíssimo para definir quem ganhará a bola naquela dividida acirrada.
O “jogo de corpo” ganha nova importância e, dependendo do porte dos jogadores envolvidos, resultará em quedas e trombadas mais vigorosas. As animações também estão mais realistas, tornando os embates ainda mais “pessoais”.
Por falar nas animações, o jogo também contará com gráficos mais trabalhados. Como resultado você encontrará jogadores mais expressivos, efeitos de luz naturais e novos ângulos de câmeras.

Controle total
Pro Evolution Soccer 2012 também expande o conceito de controle total introduzido na edição anterior. Dessa vez o objetivo é facilitar a seleção dos jogadores, permitindo que você escolha o atleta desejado com maior rapidez.
Assim, o no sistema permitirá a troca de jogadores diretamente através do manche analógico direito — como em FIFA. Esse novo sistema facilitará o controle tanto nas situações defensivas, como nas oportunidades ofensivas.


Img_normal

Além disso, as opções de configuração pessoal também permitirão que você ajuste o “Suporte para Passes”. Ao personalizar o nível de assistência da inteligência artificial para os passes, os jogadores poderão contar com uma intervenção maior ou menor na execução dos passes — que determinará força, velocidade e resposta do receptor.
Além de todas as novidades, Pro Evolution Soccer também trará alguns retornos, como as licenças oficias da UEFA Champions League, da UEFA Europe League e da Copa Libertadores da América. Agendado para o outono de 2011, o título contará com edições para PlayStation 3, Xbox 360, PC, Wii, PSP e PlayStation 2.

Sony lança programa Welcome Back: jogos gratuitos e 30 dias de Plus para todos

Com o retorno da PlayStation Store, a Sony iniciou também o programa Welcome Back, que serve como uma compensação aos usuários que ficaram sem o componente online de seus consoles durante a queda da PSN. Para agradecer aos donos de PlayStation 3 pela paciência, a empresa oferece jogos gratuitos e 30 dias gratuitos da Plus, a versão paga da rede dos aparelhos.
Como já havia sido informado antes, os donos de PlayStation 3 poderão escolher dois da seguinte lista de cinco títulos:
  • Dead Nation
  • inFamous
  • LittleBigPlanet
  • Super Stardust HD
  • Wipeout HD + Fury
Já os usuários de PSP poderão escolher dois da seguinte lista de quatro games:
  • LittleBigPlanet
  • ModNation Racers
  • Pursuit Force
  • Killzone: Liberation
Todas as opções de download estão disponíveis no menu inicial da PlayStation Store. Por lá também é possível iniciar o período gratuito da PlayStation Plus, que pode ser ativado até o dia 3 de julho. O mesmo período gratuito também será adicionados aos usuários do serviço Music Unlimited. Ainda, mais de cem itens serão adicionados à PS Home.
Aos usuários que pretendem baixar os jogos gratuitos da Plus durante a gratuidade, atenção: os títulos só estarão disponíveis enquanto sua conta fizer parte do serviço pago. Assim que os 30 dias chegarem ao fim, todo o conteúdo gratuito exclusivo para os usuários da Plus serão bloqueados para aqueles que não forem assinantes. DLC e jogos comprados com desconto, porém, ficaram disponíveis após o fim do período gratuito.

Trailer do novo Tomb Raider confirma lançamento para o final de 2012

Trailer do novo Tomb Raider confirma lançamento para o final de 2012

O primeiro trailer oficial do reboot de Tomb Raider está alucinante. O vídeo mostra uma cena de corte de alta qualidade repleta de ação e revela a “nova” cara de Lara Croft. O trailer também confirma o lançamento para o final de 2012.
A espera foi tão grande que a estreia do vídeo já está figura entre os Trending Topics do Twitter — uma lista em tempo real com os termos mais postados no Twitter pelo mundo todo. O novo Tomb Raider também deve aparecer no estande da Square Enix durante a Electronic Entertainemnt Expo 2011, portanto, fique ligado para novas informações.

E3 2011: Microsoft quer transformar Xbox 360 em plataforma de entretenimento, confira lista de rumores

Em sua última declaração oficial antes do início da E3 2011, a Microsoft afirmou seu desejo em transformar o Xbox 360 em uma plataforma voltada ao entretenimento como um todo, não somente aos jogos. Segundo a empresa, a feira de jogos, que começa na segunda-feira em Los Angeles, servirá como palco para a continuidade da experiência com jogos, mas também a uma “nova era de entretenimento”.
A fabricante tem como meta a integração total do console com as redes sociais, os computadores e celulares da casa do usuário, desde que todos rodem sistemas operacionais Windows. Além disso, boatos apontam para a criação de uma categoria Diamond na Xbox LIVE, que agregaria serviços de televisão digital.
Rumores e indícios indicam, porém, que a empresa tem muito mais a apresentar do que a transformação do Xbox em central de entretenimento. Entre marcas registradas pela empresa ou boatos de jogos que estariam em desenvolvimento, mais de 20 títulos podem dar as caras durante a E3 2011, todos exclusivos ou com grande foco no console da Microsoft.
ATUALIZAÇÃO: A Microsoft também anunciou que mais de 55 milhões de consoles foram vendidos em todo o mundo, com 10 milhões de Kinects e igual número de jogos para o periférico. Em um gráfico liberado hoje, a empresa demonstrou que o Xbox 360 vende melhor a cada ano que passa, ao contrário do que ocorre com os outros aparelhos, que apresentam queda.
Confira a lista abaixo e faça suas apostas. O que será mostrado na conferência da Microsoft, que acontece na segunda, às 13h?
Marcas registradas:
  • Crimson Alliance
  • Fusion: Genesis
  • Fruit Ninja Kinect
  • Hole In The Wall
  • Kinect Me
  • Fusion: Sentient
  • Fusion: Vault
  • Kinect Googly Eyes
  • Tetris Party Challenge
  • Build A Buddy
  • Gears of War: Exile
Rumores:
  • Codename: Kingdoms
  • Forza WorldImg_normal
  • Kinect Sports 2
  • Dance Central 2
  • Kinect Fun Lab
  • Remake de Halo: Combat Evolved
  • Shooter sobre trilhos de Gears of War
  • Fable Kinect
  • Alan Wake: Night Springs
  • Kinect Raving Rabbids
  • Ghost Recon: Future Soldier com suporte ao Kinect
  • Mass Effect 3 com suporte ao Kinect
Novas funções para o Xbox 360:
  • Suporte total a 3D esteroscópico
  • Serviços Zune integrados às contas Gold da LIVE
  • Site do Kinect para usuários e desenvolvedores
  • Projeto Orapa, que combina a LIVE, o Kinect e televisão por IP
  • Jogos gratuitos na Xbox LIVE Arcade
A conferência da Microsoft acontece na segunda-feira, às 13h. O Baixaki Jogos fará a cobertura completa, incluindo transmissão ao vivo do evento.

inFamous 2

Mais divertido, mais engraçado e em português

Desde que a Sony anunciou a dublagem em português de Killzone 3, muita gente imaginou que os títulos exclusivos do PlayStation 3 passariam a receber tratamento semelhante a partir daquele momento. Para a alegria de todos, eles estavam certos. Como pôde ser conferido em um trailer, inFamous 2 também terá áudio em nossa língua, o que torna a imersão na aventura muito mais acessível.
No entanto, o que esperar disso? Se você estava ansioso para conferir o resultado final do novo título estrelado por Cole MacGrath ou simplesmente ver como as vozes foram adaptadas à versão nacional, a demonstração disponibilizada junto com o retorno da PlayStation Store trouxe a opção em português, o que deixa a expectativa em torno do game ainda mais alta – além de mostrar que a Sucker Punch acertou mais uma vez.
Img_normal
Em alto e bom som
Quando a dublagem nacional foi introduzida em Killzone 3, duras críticas foram direcionadas exatamente ao tom de voz dos personagens. Na tentativa de recriar a interpretação original, os atores forçaram algumas expressões, fazendo com que os diálogos soassem de maneira pouco natural. O maior medo dos fãs de inFamous era que esta sequência tivesse o mesmo problema.
Ao iniciarmos a demo, somos automaticamente apresentados à versão brasileira de Cole MacGrath, que infelizmente mantém o sotaque utilizado no título da Guerrilla. Isso é ainda mais evidente no protagonista, cujo aspecto carregado da fala causa certo incômodo no começo. Por mais que você tente, é impossível não reparar na artificialidade do momento.
Por outro lado, os demais participantes da trama conseguem se destacar positivamente. O trabalho feito em Lucy Kuo, por exemplo, é muito bem feito e agradável, assim como o dos demais aliados que você encontrará pelo caminho. Outra menção honrosa fica para Zeke, que consegue manter o tom debochado e irônico até mesmo em português.
Com grandes poderes vêm grandes responsabilidades
A demonstração de inFamous 2 é bem simples, mas deixa claro o que o jogador poderá encontrar nesta sequência. Ainda que o comentado sistema de decisões simbolizado por Kuo e Nix não esteja disponível – a segunda personagem nem sequer aparece –, é possível dar uma rápida olhada na mecânica de causa e consequência existente.

Ao andar pelas ruas de New Marais, você encontrará vários elementos sinalizados em seu mapa. Esses pequenos ícones coloridos são missões aleatórias que acontecem pela cidade, de modo semelhante às ocorrências de Red Dead Redemption. A diferença, no entanto, é que a cor utilizada em cada tarefa vai definir a forma com que as pessoas olham para seu personagem.
O vermelho, por exemplo, são atitudes mais egoístas e agressivas – o que pode ser definido como Mal em uma perspectiva maniqueísta. Caso opte por roubar os pertences de determinados indivíduos ou matar um artista de rua, os civis irão tratá-lo como uma ameaça e fugir diante de sua presença.
Em compensação, os objetivos em azul aumentam seu prestígio e diminuem a imagem de que os “mutantes” são criaturas assassinas. Ao libertar reféns da Milícia ou curar os feridos, você automaticamente passa a receber o apoio da população em suas ações.
Img_normalPorém, isso não chega a ser uma novidade em inFamous 2, já que seu antecessor trazia uma mecânica semelhante. A grande diferença está na presença de novas habilidades adquiridas por Cole, que oferecem variações na jogabilidade.
Esses poderes são obtidos em pontos determinados da trama e a demonstração possui apenas um, que é liberado após o herói salvar o Dr. Wolfe das mãos da organização inimiga. A partir do Núcleo de Energia roubado da Milícia, ele adquire o poder de controlar objetos e transformar qualquer coisa em bomba – algo incrivelmente útil.
Além disso, outra nova técnica está disponível na demo. Chamada de Vórtex Iônico, a habilidade cria uma espécie de tornado elétrico e faz com que todos os inimigos sejam arremessados para longe. Simples e poderoso, do jeito que você precisa.
Explosão visual
O combate é outro ponto de destaque em inFamous 2. Mesmo que não existam grandes diferenças em comparação ao título anterior, ainda é divertido abusar da eletricidade para acabar com inimigos ou para virar New Marais de cabeça para baixo.
A movimentação do herói continua um pouco estranha e pouco natural, principalmente enquanto escala prédios, mas não chega a ser comprometedor. O estranhamento causado por isso é esquecido com a diversão proporcionada pelas lutas, que são ágeis e frenéticas. Se a pancadaria básica já é empolgante, as finalizações são de tirar o fôlego e mostram que a Sucker Punch não deixou nada a desejar no quesito ação.
Porém, nem tudo é perfeito e o game traz vários defeitos, sobretudo no aspecto visual. Por termos uma cidade viva, ou seja, com muita coisa acontecendo simultaneamente e com muitos detalhes, é extremamente complicado manter o desempenho estável. O resultado, infelizmente, é uma queda absurda na taxa de quadros por segundo.
Img_normal
Isso é tão perceptível que o estúdio procurou uma forma de esconder a falha. Durante os combates mais intensos, você é inevitavelmente atingido por um tiro de bazuca, o que faz com que a tela seja tomada pelo fogo e você não consiga identificar nada do que está acontecendo.
Porém, mesmo com o artifício, os problemas não passam despercebidos. Cenas de explosões ou com chamas, fumaça e eletricidade ao fundo fazem com que a qualidade visual do jogo caia, deixando a imagem repleta de pixels. Em alguns casos isso é sutil, deixando as bordas somente serrilhadas. No entanto, há momentos mais intensos, como quando Cole cai na água, fazendo com que o personagem praticamente vire um herói da era 16 bits.
Pancadaria e bom humor
Como dito anteriormente, a demonstração de inFamous 2 deixa bem claro que o grande foco do título está na diversão das lutas. É exatamente por isso que os momentos entre missões são tão interessantes, pois há liberdade para realizar qualquer tarefa – sendo que a maioria delas abusa do bom humor.
Img_normal
Nas já comentadas ações aleatórias, por exemplo, é possível socar músicos de rua ou homens-estátuas. Ver alguém pintado de cinza correndo desesperado pelas ruas enquanto você tenta acertar uma rajada elétrica nele é algo que merece ser conferido.
Além disso, a própria Sucker Punch escondeu várias piadas no cenário. A demonstração coloca Cole na praça central de New Marais e, em volta dela, é possível conferir todos os filmes que estão em cartaz nos cinemas. “Uncharted Love” e “Call of Boot” são apenas algumas das produções que dividem espaço com “Hey, Low Reach” e “Assassin’s Need”.
Por fim, faltando apenas alguns dias para o lançamento oficial de inFamous 2, o retorno da PlayStation Store comprovou que o game faz jus ao seu antecessor e, apesar das falhas gráficas, continua incrivelmente divertido. Se você perdeu horas vasculhando os cantos de Empire City, prepare-se para conhecer cada beco da nova cidade.