DmC: Devil May Cry

Uma revolução com pitadas de conservadorismo

A cada nova notícia sobre DmC: Devil May Cry, a reação é a mesma: os fãs reclamam, xingam e amaldiçoam todas as gerações dos envolvidos no reinício de uma das franquias mais queridas da última geração. Afinal, não é sempre que temos um personagem tão carismático quanto Dante surgindo nos games e não é simples vê-lo sendo radicalmente transformado da noite para o dia.

No entanto, tanto a Capcom quanto a Ninja Theory têm noção da responsabilidade que elas carregam com esse ousado projeto. Tanto que, apesar da grande revolução que a franquia vem recebendo, ainda há alguns elementos dentro do cânone do personagem que permanecem inalterados. Afinal, quem não se surpreendeu ao ver que Vergil estaria presente e com suas principais características intocadas?


Casos de família

Em entrevista ao site VG24/7, o produtor da Capcom, Alex Jones, explicou um pouco sobre o que mudou e o que permanece imutável com o reinício da série. Segundo ele, mesmo com todas as alterações radicais realizadas em DmC: Devil May Cry, a Ninja Theory se viu praticamente obrigada a não mexer em alguns pontos para que os fãs sentissem que, mesmo diferente, aquele ainda é o mesmo universo que eles conhecem.

A melhor forma para criar essa noção de continuidade foi resgatando alguns conceitos e elementos dos títulos anteriores. É o caso do próprio Vergil, o icônico irmão gêmeo do protagonista.

Segundo Jones, por ser tão simbólico dentro da série, o personagem era presença mais do que obrigatória nessa nova origem, mesmo que, para isso, algumas coisas tivessem de mudar. Ele explica que, ainda que a relação familiar exista, ela não será apresentada da mesma maneira vista em Dante’s Awekening. Exemplo disso é que, em DmC, o antagonista será o líder da chamada Ordem e que estará observando seu irmão com bastante frequência.

A única dica revelada sobre esse reencontro é que Dante é tido como um marginalizado pela sociedade que é Vergil quem lhe oferece a chance de vingança. De acordo com o produtor, é a partir desse ponto que teremos uma visão mais aprofundada do anti-herói, conhecendo suas motivações e acompanhando seu desenvolvimento.

Mas o rapaz de cabelos brancos não é o único nome a voltar dos títulos originais. O produtor conta que o par de armas Ebony e Ivory também retorna, assim como o estilo de jogo que fez com que Devil May Cry ganhasse uma legião de fãs, ou seja, um combate intenso mesclando espadas com tiroteios.

A velha polêmica do visual

E como falar de DmC é questionar o novo visual dos personagens, o produtor da Capcom não hesitou em reforçar que a mudança na estética tem uma razão de ser. Segundo ele, toda a equipe de produção já sabia que as críticas viriam e todos esperavam por elas — tanto que, mesmo após todas as reclamações, nada foi alterado.

Img_normal

Ele ainda afirma que toda essa repercussão revela um aspecto muito positivo: se as pessoas reclamam, é porque elas se importam, o que mostra que a série ainda é muito querida pelos jogadores. E é exatamente por isso que a Ninja Theory está confiante no caminho tomado.

Jones explica ainda que, por mais que as pessoas questionem a “repaginada” de Dante, elas vão entender o porquê da mudança assim que elas estiverem com o jogo nas mãos. Ele não deixou claro o que isso quer dizer, mas adiantou que a ideia era trazer uma pegada muito mais sombria com o qual o estilo anterior não combinava.

Além disso, ele aposta firmemente que a essência de Devil May Cry está exatamente no combate frenético, algo que os jogadores não terão do que reclamar no próximo game. A combinação de armas e espadas, segundo ele, vai se encaixar perfeitamente com a extensa árvore de habilidades, gerando uma lista quase infinita de combos possíveis.

Propaganda negativa

Durante a gamescom, foi possível conhecer um dos novos inimigos que Dante encontrará em sua jornada: Bob Barnabas. Pelo que pôde ser visto, o novo vilão será uma espécie de apresentador de TV que usa sua influência para dominar as pessoas e colocá-las contra o perturbado protagonista.

Img_normal

Desse modo, o demônio consegue passar a imagem de que o anti-herói é, na verdade, um maníaco sociopata que sai às ruas para matar pessoas inocentes, mesmo que as câmeras registrem o combate do personagem com as hordas do inferno. De acordo com Jones, a ideia está exatamente em mostrar em como a humanidade está sob o controle dos inimigos e quem se levanta contra isso é tido como louco.

Além disso, o site G4TV teve acesso a uma das demonstrações disponíveis durante o evento na Alemanha e trouxe algumas novidades em termos de mecânica. Segundo eles, a ideia de que nosso mundo está em constante contato com o Limbo é mais uma vez reforçada, principalmente quando as duas realidades se chocam, dando origem a um cenário totalmente distorcido.

É nessa paisagem absurda que a ação se passa. Porém, mais do que plataformas sobre uma ponte, o que chama a atenção nesse momento é um dos equipamentos que Dante poderá usar ao longo do jogo. As Eryx são luvas que dão ao personagem uma força descomunal, sendo capaz de destruir as defesas dos demônios com um único soco.

Um pouco mais adiante, dois novos adversários surgem em seu caminho. Assim como já acontecia nos jogos anteriores, temos a dualidade de fogo e gelo sendo representada em monstros que surgem ao mesmo tempo para incomodá-lo. O que chama a atenção, no entanto, é que, para derrotá-los, você deve combinar o uso de sua arma angelical com os itens demoníacos — como as Eryx — para obter sucesso, criando uma batalha frenética e que vai exigir muita atenção dos jogadores.

Anúncios
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s