Resident Evil 6

De volta aos trilhos

Resident Evil 6 foi, sem dúvida alguma, um dos principais jogos da Comic-Con 2012. A Capcom foi ao evento com um dos maiores estandes entre as desenvolvedoras e disposta a mostrar que todas as críticas feitas pelos jornalistas e fãs durante a E3 2012 foram atendidas. Para mostrar isso, a empresa realizou diversas transmissões ao vivo pela internet e divulgou dezenas de informações inéditas.
Img_normal
Antes de mais nada, a grande notícia: o screen tearing não existe mais! Os rasgos na tela que tanto assolaram os jogadores durante a demo lançada para o Xbox 360 foram corrigidos e, agora, aparecem muito pouco e de forma extremamente discreta. As grandes cicatrizes de Resident Evil 6 foram removidas e, agora sim, pudemos perceber que estamos diante de um jogo grandioso.
Maior e melhor
Em comparação com a amostra lançada para quem adquiriu o game Dragon’s Dogma, a demo de Resident Evil 6 da Comic-Con 2012 apresentou um significativo aumento de escala. Mais uma vez apresentando trechos das três campanhas principais, os novos cenários de Leon, Chris e Jake apresentam uma magnitude que ainda não havia sido vista em gameplays do título.
O destaque fica para o trecho com Chris, que mostra o combate dos agentes da B.S.A.A. contra uma das maiores criaturas que já apareceram em Resident Evil. Capaz de destruir prédios com um único soco, a batalha contra o monstro apresenta até mesmo ares de God of War quando o protagonista sobe nas costas da criatura e usa um dos chifres dela como arma.
A luta continua de forma mais tradicional, com os soldados enfrentando grupos de inimigos enquanto acompanham um tanque de guerra. Aqui também é possível perceber outra grande melhoria em relação à demo passada. A câmera está mais distante do personagem principal e permite a visualização de uma área maior do cenário, facilitando os disparos e diminuindo os danos sofridos por Chris. Os fãs agradecem.
O novo cenário de Jake o leva à China e também tem grande foco no combate. Apesar de também contar com inimigos portando armas de fogo, o grande foco aqui são as armas biológicas nas quais eles são capazes de se transformar. Esqueça os J’avos da primeira demonstração: as criaturas desta vez são muito mais agressivas e poderosas.
Após receberem disparos suficientes para morrer, o inimigo acaba preso em uma espécie de casulo – chamado de Chrysalid – que, caso não seja destruído, dá origem a um monstro muito mais perigoso. A aparência final é semelhante à de uma piranha com pernas, mas seus ataques ferozes e poderosos farão com que você corra antes de dar risada.
Terror como antigamente
Leon também aparece em uma amostra bem melhor que a disponível anteriormente. O trecho com o agente acontece imediatamente após o fim da demo do Xbox 360 e ainda o mostra pelos corredores da Universidade Ivy, mas sem a morosidade de antes. O suspense está presente, mas agora é temperado por zumbis que atacam de todos os lados.
Os combates culminam em uma perseguição motorizada, com Leon e sua parceira Helena fugindo de zumbis utilizando um veículo. É claro que nada pode ser assim tão fácil e, após um acidente – que lembrou bastante a cena inicial de Resident Evil 2 –, a dupla decide seguir pelos esgotos e acessar os túneis do metrô para chegar até a catedral da cidade americana de Tall Oaks. A escolha é totalmente lógica, afinal de contas, lugares escuros e claustrofóbicos sempre são os mais seguros contra a praga dos mortos-vivos.
Um novo trailer, também focado no horror, foi divulgado durante a Comic-Con e exibiu um dos novos inimigos do game. Quem gosta dos primeiros jogos da franquia vai perceber diversas semelhanças entre a serpente invisível de Resident Evil 6 e a Yawn, enorme cobra que será enfrentada por Chris e Piers em determinado momento do game. As referências aos games clássicos não param por aí e também se estendem a ângulos fixos de câmera e até mesmo citações à sumida Claire Redfield.
Resident Evil 6 tem lançamento marcado para o dia 2 de outubro de 2012, em versões PlayStation 3 e Xbox 360. Uma edição PC deve chegar alguns meses depois.
Anúncios
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s