Resident Evil: Operation Raccoon City

Gears of War encontra Resident Evil

Chega de reclamar da jogabilidade travada de Resident Evil 5. Finalmente, os fãs dos tiroteios podem desfrutar de um autêntico jogo de tiro em terceira pessoa, graças a Resident Evil: Operation Raccoon City, a nova série da franquia.
Uma cura mais brutal
Sob os cuidados da Slaint Six, a desenvolvedora responsável por SOCOM: U.S. Navy SEALs Fireteam Bravo 3, o jogador vive uma história que se passa numa linha de tempo alternativa. O ano é 1998, e os acontecimentos se passam entre os eventos de Resident Evil 2 e 3 — com direito a personagens de ambos os games aparecendo no título.
Aqui, entretanto, você não encarna um membro da S.T.A.R.S. ou um novato da polícia. Em vez disso, os jogadores caem na pele dos membros de elite do esquadrão privado da Umbrella, a temível corporação responsável por todo o desastre. O seu objetivo é bem simples: limpar o local e as testemunhas antes que o vírus chame a atenção de quem não deveria.
Embora o título conte com um pano de fundo bacana (afinal, é o universo de Resident Evil), o verdadeiro foco está realmente na ação.  Resident Evil: Operation Raccoon City é uma verdadeira mistura da série Gears of War com a própria obra de zumbis criada pela Capcom. Temos modo multiplayer para até quatro jogadores, sistema de cobertura e muitas finalizações. Tudo isso acompanhado de muita carnificina e de criaturas totalmente bizarras.
Ação na jogabilidade
Primeiramente, vamos ao sistema de cobertura. Aqui, ao contrário de muitos outros jogos do gênero, tudo que o jogador tem de fazer para se proteger é aproximar-se do objeto. Com isso, seu personagem automaticamente “gruda” no obstáculo, podendo atirar mirando ou “às cegas”.
O título terá seis personagens diferentes para sua escolha, cada um com suas habilidades especiais características. Os soldados contam com uma habilidade específica, que pode ser ativa ou passiva, uma arma primária e uma arma secundária. Four Eyes, por exemplo, pode controlar a mente de um inimigo e escolher quem ele vai atacar. Sua habilidade passiva é a Biometric Vision, que permite que o jogador veja os oponentes infectados e seus pontos fracos.
Quanto às armas, teremos escopetas, submetralhadoras, rifles e muito mais. Nas armas secundárias, há um extenso grupo de pistolas e cada um dos brinquedinhos conta com suas próprias características. Não será possível aprimorar essas armas, mas seus companheiros, controlados pela inteligência artificial ou jogadores online, darão conta do recado.
E o melhor de tudo: o esquema de controles promete ser totalmente dinâmico. Nada de jogabilidade travada aqui. Desta vez, o jogador poderá atirar enquanto anda e trocar de arma rapidamente, tudo no melhor estilo dos jogos de tiro em terceira pessoa. Fique atento para itens de cura, espalhados pelos cenários, e também por personagens famosos (como Leon Kennedy e os Redfields), que podem até ser assassinados.

Pancadaria e experiência
Destaque também para o sistema de combate corporal, que permite muito mais do que apenas golpes de desespero. Você tem a chance de acertar o oponente de várias maneiras, ajustadas com toques no direcional analógico. Fora isso, é possível finalizar o oponente de maneira brutal. Os mais sádicos podem aproveitar o estado de sua vítima e utilizá-la como escudo.
Tudo isso gera uma bela recompensa: pontos de experiência e pontuação geral. Você pode dar uma turbinada em sua XP durante as partidas, basta realizar missões secundárias, que envolvem vários objetivos diferentes. Esses pontos são gastos para aprimorar as habilidades e comprar novas armas.
Resident Evil: Operation Raccoon City tem tudo para ser um bom jogo de ação. O clima tenso e característico da franquia Resident Evil só deixa o trabalho da Slaint Six ainda mais interessante. O jogo chega às lojas no dia 20 de março de 2012, nas plataformas Xbox 360 e PlayStation 3, com uma versão para PC chegando no final do ano.
Anúncios
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s