Sonic Generations

Parece que a SEGA finalmente acertou

Apesar da figura do ouriço ter sofrido um desgaste em seus títulos recentes, a SEGA não poupou esforços para fazer com que Sonic Generations seja não apenas a maior homenagem ao personagem no ano de seu 20º aniversário, mas também seu retorno triunfal.
Com lançamento previsto para o dia 1º de novembro, uma nova demonstração do título que reúne as duas versões do herói foi liberada e finalmente podemos conferir as diferenças entre suas duas gerações. Será que a combinação entre clássico e moderno funciona tão bem quanto foi prometido?
Img_normal
De volta a Green Hill
As fases disponíveis na demo se resumem aos dois primeiros atos de Green Hill, sendo que cada um deve ser jogado com um dos Sonics. Como pôde ser conferido nos testes anteriores, o primeiro nível usa o ouriço da geração 16 bits e sua jogabilidade clássica, ou seja, no estilo plataforma e em 2D, com leves alterações de perspectiva em momentos específicos.
Em relação à demonstração anterior, quase não há alteração. A única grande adição em Act 1 está na presença de Chao, uma pequena criatura que surge em determinas áreas para dar dicas. Ele te acompanha por um breve período de tempo, explicando alguns detalhes que podem ser vitais para os iniciantes.
Img_normal
No entanto, a grande estrela da nova versão é o Sonic moderno, que protagoniza Act 2. Sua mecânica de jogo é completamente diferente de sua contraparte clássica, algo sentido já no início da fase, que começa com a câmera nas costas do personagem, que avança em alta velocidade pela fase. Quem conferiu a geração Dreamcast vai se sentir em casa.
Além disso, essa pegada mais atual do personagem também é muito dinâmica, principalmente por conta de suas habilidades. Como se não bastasse ser mais rápido, ele também conta com o Boost, que o transforma quase em um projétil. Outros movimentos como o Dash e o Homing Atack também estão de volta, fazendo com a jogabilidade nessas fases não seja apenas uma corrida contra o tempo, mas exigindo habilidade do jogador ao apertar os botões no momento certo.
Img_normal
Talvez seja nesse ponto que possa surgir o principal problema de Sonic Generations. A maioria das reclamações em torno da jogabilidade dos últimos títulos do personagem girava exatamente em torno da confusão que era manter a alta velocidade enquanto tentava desviar de obstáculos e acertar os inimigos. Na demonstração, é possível sentir um pouco dessa dificuldade, mas nada que um pouco de prática não ajude.
Dois Sonics, três dimensões
Outro detalhe da demo de Sonic Generations é que finalmente podemos testar o funcionamento do efeito tridimensional no universo do ouriço. Para nossa surpresa, não se trata apenas de um recurso descartável, já que ele se mostra muito divertido em vários momentos.
É preciso admitir, no entanto, que as fases com o Sonic clássico não são tão beneficiadas com a novidade. Por manter o estilo plataforma, não há espaço para que as três dimensões sejam exploradas, fazendo com que a tecnologia sirva apenas para dar profundidade ao cenário, como um elemento de luxo.
Img_normal
Por outro lado, a versão moderna do herói é que mais se aproveita do 3D. Nos momentos iniciais, em que ele avança com a câmera em suas costas, a sensação de imersão é muito grande, principalmente por conta dos objetos vindo em direção à tela em alta velocidade.
O único problema é que você precisa de um tempo ainda maior para se adaptar aos comandos e aprender o tempo exato de cada movimento. Como o uso dos óculos especiais causa um leve incômodo nos olhos, é muito comum você não perceber a aproximação de um inimigo e perder todos os seus anéis — algo que não é legal nem mesmo em três dimensões.
Além disso, a tecnologia acaba sendo uma aposta arriscada para a SEGA, pois ela deixa evidente a queda na taxa de quadros por segundo. Nos níveis com Sonic moderno, você percebe uma oscilação que faz com que a imagem seja duplicada por um breve período. Não chega a atrapalhar, mas incomoda muito.
Possíveis estágios?


Apesar de a demonstração exibir apenas os dois primeiros atos de Green Hill, um vídeo surgiu recente na rede mostrando uma compilação com todas as músicas-temas das fases existentes em Sonic Generations. De acordo com os rumores, a edição foi extraída desta demo e pode ser a trilha dos créditos finais do game, o que pode indicar quais os estágios estarão presentes na versão lançada no próximo dia 1º. São elas:
  • Green Hill
  • Chemical Plant
  • Sky Sanctuary
  • Speed Highway
  • City Escape
  • Seaside Hill
  • Crisis City
  • Rooftop Run
  • Planet Wisp

Anúncios
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s