The Legend of Zelda: Skyward Sword

Cores mais vivas na nova aventura de Link

The Legend of Zelda: Skyward Sword é a aventura da franquia Zelda mais esperada de todos os tempos. Depois da fraca apresentação do game na E3 deste ano, que incluiu uma versão para Wii U, a gamescom 2011 chegou e colocou a expectativa dos fãs novamente nas alturas.
Mesmo com muitos anos de sucesso, o título ainda deixa quem não conhece o jogo com um “pé atrás”.  Será que uma aventura tão colorida, com criaturas estranhas e ao mesmo tempo bonitinhas pode ter conteúdo relevante? Sim, e muito!


A feira de Colônia compensou a de Los Angeles
A gamescom 2011 deu a possibilidade de a imprensa testar cinco minutos da jogabilidade do vindouro game. Durante esse tempo foi possível escolher entre três opções de turno: enfrentar um chefe, explorar uma dungeon dentro de um calabouço ou participar de uma corrida entre pássaros.
Segundo os relatos do site VG24/7, as mudanças e ajustes que o game sofreu em sua mecânica surtiram resultados surpreendentemente positivos. A simplicidade dos comandos continua sendo uma característica marcante da série, que dessa vez conta com as funcionalidades do Wii Motion Plus.
Img_normal
“Ajuste agora as cores e brilho do seu aparelho”
A primeira característica notável e mais chamativa do título é seu visual extremamente colorido e brilhante. Ao entrar na câmera central de um determinado templo, o local é inundado por luzes provenientes do domo central da construção. Bem diferente das cenas mudas e escuras deTwilight Princess.
As imagens, que reverberam matizes de alegria e calor, são dignas dos melhores e mais pitorescos cenários de alguma aventura de Kirby. As bordas são mais deliberadamente estilizadas, transmitindo sensação de um trabalho melhor renderizado.


Controladoria geral
Outra novidade fica por conta do aperfeiçoamento da precisão dos controles e acessibilidade aos itens. Pode não parecer uma inovação muito relevante, mas é surpreendente o quanto a mudança afeta na fluidez do game. Enquanto o jogador seleciona um item e aponta para onde colocá-lo, o jogo continua em movimento e Link continua ativo.
A rapidez nas respostas dos controles aumentou bastante, o que melhora sensivelmente os combates de um contra um. Os golpes com a espada podem ser feitos com oito movimentações diferentes, sendo que vários deles podem ser combinados em sequência. Segurar o Wii Remote com as mãos levantadas na altura entre o peito e os olhos faz com que Link imite o movimento, concentrando energia para desferir um poderoso ataque especial.
Img_normal
Bzzzzzzzz
A maior atração dentre as mudanças do vindouro game é a presença do besouro mecânico de Link. A princípio, o bicho só serve para conseguir alcançar pontos mais longínquos no mapa. Mas com o passar do tempo, ele adquire garras e consegue segurar objetos. Esse fato dobra as possibilidades de ataque que o jovem Link pode desferir nos algozes oponentes.
The Legend of Zelda: Skyward Sword tem previsão de lançamento em 20 de novembro de 2011, a princípio apenas para Wii. Com bastante segurança, uma versão para Wii U deve ser liberada após o lançamento do novo console.

Anúncios
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s