+ PSVITA

Conforme atesta a Sony, o Vita é um console que foi projetado desde o início para se tornar uma espécie de “artífice social”. Ok, há gráficos mais poderosos — mais detalhados e com maior resolução —, mas a comissão de frente do novo portátil parece mesmo repousar em seus recursos interativos. Mas afinal, como essa interação deve realmente funcionar?
Talvez as informações recentemente liberadas pela Sony ajudem a responder essa pergunta. Não apenas essa, mas também: o que há “por baixo do capô” do console? Como fica o poder de fogo do Vita se comparado ao PSP? Quais são as facilidades para quem pretende desenvolver algo para o sistema? Vamos aos detalhes.
O que há por baixo do capô “PlayStation Vita”?As configurações do novo portátil da Sony
Em primeiro lugar, não. Aparentemente não haverá qualquer tipo de corte de memória entre as diferentes versões do Vita. Além disso, as configurações recentemente liberadas pela Sony revelaram câmeras (frontal e traseira) com resolução de 640 x 480 pixels para imagens e vídeos, com taxa de 60 quadros por segundo, ou 120 FPS para clipes com resolução de 320 x 240 pontos.
Confira a abaixo a lista completa de especificações, que ainda não inclui a quantidade de memória embutida do PlayStation Vita.
  • CPU: ARM(R) Cortex(TM)-A9 core (4 core)
  • GPU: SGX543MP4+
  • Dimensões: 18,2 cm x 8,3 cm x 1,8 cm
  • Tela: OLED capacitiva de 5 polegadas, resolução de 960 x 544 e aproximadamente 16 milhões de cores
  • Memória RAM: 512 MB
  • VRAM: 128 MB
  • Câmera frontal: resolução de 640 x 480 para fotos; vídeos de 640 x 480 com 60 fps ou 320 x 240 com 120 fps
  • Câmera traseira: resolução de 640 x 480 para fotos; vídeos de 640 x 480 com 60 fps ou 320 x 240 com 120 fps
  • Alto-falantes: estéreo
  • Sensores: giroscópio, acelerômetro e bussola eletrônica
  • GPS: embutido
  • Bluetooth: embutido
  • Portas: formato padrão do PlayStation Vita, cartão de memória, cartão SIM, USB, DC IN para fonte de alimentação, Serial e áudio estéreo
  • Bateria: Lítio-ion
  • Formatos de música suportados: MP3, MP4, WAV
  • Formatos de vídeo suportados: MP4, AAC
  • Formatos de imagem suportados: JPG, TIFF, BMP, GIF, PNG
Em relação ao PSP…

O Salto qualitativo do Vita em relação ao seu antecessor é realmente notável. No que diz respeito aos gráficos, trata-se do quádruplo de resolução (confira imagem abaixo) e de um contraste 600 vezes maior. Ademais, a tela de 5 polegadas concebida com a tecnologia OLED foi projetada para minimizar ao máximo o consumo de energia.
Funcionalidades e interaçãoO visual e os recursos do PS Vita
O visual e a organização do Vita são, de fato, bastante singulares. Basicamente, o tradicional Xross Media dá lugar ao renovado LiveArea, obviamente mais adequado à tela sensível ao toque do aparelho. Ademais, conforme listou a Sony, o novo layout deve trazer as seguintes vantagens:
  • Uma interface atualizável pelos próprios games;
  • Recursos para que os jogadores discutam sobre seus progressos nos jogos; e
  • Notificações e conteúdos integrados aos jogos.
A nova interface também representa um canal de acesso rápido e prático entre desenvolvedores de games e jogadores — conforme indicado pelo último ponto do rol anterior. Conforme a apresentação oficial da Sony, as publicadoras encontrarão na LiveArea facilidades para:
  • Anúncios de manutenção;
  • Informar os jogadores sobre novos conteúdos para download (DLCs);
  • Novos eventos online; e
  • Novidades sobre os games.
Reconhecimento facial e realidade aumentada
O Vita é capaz tanto de reconhecer a topografia de uma superfície quanto de captar cada detalhe da sua face (nariz, olhos, boca, etc.). Trata-se das capacidades de reconhecimento facial e realidade aumentada do novo portátil.
A realidade aumentada não representa, por si só, nenhuma grande novidade. Entretanto, no caso do Vita, há um diferencial digno de nota. Conforme destacou a Sony durante a apresentação oficial da tecnologia, enquanto que a maioria dos jogos hoje utiliza marcadores especiais para criar o efeito de realidade aumentada, o Vita poderá reconhecer qualquer superfície, permitindo que se utilize “praticamente” qualquer imagem como marcador.

Os detalhes levantados pelo reconhecimento facial do sistema são igualmente impressionantes. Além de detectar a posição do rosto do usuário, o Vita ainda dará atenção aos olhos, nariz, boca e também aos movimentos da cabeça — detectando ainda gênero, idade e (quando é o caso) a presença de óculos. Todavia, o reconhecimento do abrir e fechar de olhos encontra-se ainda em uma fase um tanto prematura de desenvolvimento.
Interação social
A Sony embutiu no Vita diversos mecanismos que devem facilitar a criação de um ambiente de jogatina todo ele voltado para as interações com outros jogadores. Entre eles estão o Near e o Party, ambos recentemente detalhados pela empresa — que ainda atesta um potencial aumento de popularidade para os jogos, em razão do contato entre os jogadores. Confira abaixo.
Near
O sistema permite o intercâmbio de diversas informações entre os jogadores, incluindo:
  • A Localização (através de GPS e triangulação de telefones celulares);
  • Os cinco últimos jogos encarados;
  • Os Gifts que foram registrados para os últimos games jogados — tais como itens exclusivos ou desafios.
Party
O recurso Party permite diversas interações via chat entre usuários do Vita. Entre as principais vantagens (sobretudo em relação ao PS3) está a possibilidade de iniciar uma conversa através de títulos diferentes. Confira as funcionalidades:
  • Agrupamento de jogadores;
  • Grupos distintos para diferentes jogos e gêneros;
  • Possibilidade de discutir sobre um game através de chats de texto ou voz; e
  • A interação é possível entre títulos diferentes.
Desenvolvendo para o VitaSony deve incluir facilidades para desenvolvedores independentes
Caso você seja um desenvolvedor pensando em se valer das novas tecnologias do Vita para botar em prática sua proposta de jogo, eis uma boa notícia: a Sony pretende facilitar a vida de desenvolvedores de médio e pequeno porte.
O kit de desenvolvimento do Vita deve trazer bibliotecas de áudio e vídeo simplificadas (de “alto nível”), de forma que a utilização dos padrões seja mais intuitiva — embora as ferramentas de “baixo nível” ainda sejam incluídas, caso você “queira fazer tudo por si mesmo”. Além disso, também estão inclusas bibliotecas de cálculos matemáticos e geométricos, de simulação de movimentos corporais, de animações e até mesmo de reconhecimento facial.
A Sony promete também simplificações para o player de vídeo e para a interface de rede presente no conjunto de ferramentas. O kit de desenvolvimento para o portátil será conectados diretamente ao computador via USB.
Um novo olhar para velhas tendências
Provavelmente não seria nenhuma novidade afirmar que o mercado de portáteis passa atualmente por uma mudança radical de padrões. Isso certamente colocaria a nova proposta portátil da Sony em uma região consideravelmente cinzenta já que, via de regra, o PlayStation Vita representa o exato modelo que vem sendo condenado pela parcela mais vanguardista dos desenvolvedores: um console dedicado que deve servir de plataforma para jogos longos e de desenvolvimento oneroso.

Entretanto, não se pode negar que as tecnologias de interação disponíveis abraçam sem maiores problemas as tendências atuais — sem falar em uma nova forma de construção de realidade aumentada que ainda deve dar o que falar (confira o texto). Enfim, ao se juntar o frescor de uma nova proposta social a um poder de fogo renovado, talvez o resultado possa realmente ser “a experiência portátil definitiva”, como quer a Sony. É esperar para ver.
O PlayStation Vita deve chegar ao ocidente no início de 2012.

Anúncios
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s