X-Men: Destiny

Eu, mutante

Pode-se dizer qualquer coisa sobre X-Men: Destiny no futuro, menos que a desenvolvedora Silicon Knights não tem colhões. Afinal, lançar um game sobre X-Men… No qual você, em nenhum momento, controlará um personagem remotamente familiar é, de fato, um passo arriscado. Mas tudo bem, afinal, trata-se de um Beat’em Up — e poucas coisas tem menos potencial pop do que um bom jogo de pancadaria.
É claro: também há as escolhas morais. Seguindo a impressão deixada pela apresentação do game durante a última edição da Comic-Con, X-Men: Destiny é um jogo que ainda deve se provar. Afinal, a proposta de “X-Men genéricos” está aqui fortemente atada a ideia de que “você poderá escolher seu próprio destino”. E, bem, se isso não fosse realmente possível, largaria para trás a inevitável pergunta: não seria melhor simplesmente lançar mais um jogo com os mutantes tarimbados? Talvez não. Vamos aos detalhes.

Img_normal

 
Escolha seu destino… Logo depois do seu personagem, é claro

Dessa forma, em vez de sair disparando rajadas com o Ciclope ou rasgando metal como manteiga no controle do irascível Wolverine, aqui você terá três sujeitos mais ou menos próximos da adolescência. Aimi Yoshida é uma garota japonesa de 15 anos que fugiu de sua terra natal para que não acabasse em um campo de concentração mutante — segundo a história, a menina era muito jovem para entender por que teve que deixar o Japão, e portanto se sente abandonada.
Mas também há Grant Alexander, um estudante estadunidense da Georgia, cujos planos envolvem mais o estrelato como jogador profissional do que qualquer pretensão de reconhecimento mutante — pelo menos a princípio. Por fim, o terceiro personagem, Adrian Luca, é um membro do grupo antimutantes “The Purifiers; Adrian seguiu as ordens de seu pai, pelo menos até o momento em que seus genes “X” passaram a atuar.

Embora as suas escolhas se limitem a três sujeitos desconhecidos (embora com considerável potencial), há uma patota considerável de figurinhas prontamente reconhecidas do universo de X-Men aqui. Até o momento foram confirmados Wolverine, Magneto, Homem de Gelo, Ciclope, Emma Frost, Colossus, Gambit, Faísca, Noturno, Pixie, Fada, Mística, Estrela Polar, Pyro, Groxo, Caliban, Forge e Juggernaut.
Interagir com X-Men consagrados não apenas serve para conferir profundidade à história, como também pode garantir um apoio mais do que bem-vindo para a guerra iminente. Trata-se certamente de um dos diferenciais de Destiny — juntamente com a sua habilidade de recombinar seus genes “X”.
 
Pancadaria descomplicada

Img_normal

 Em termos de jogabilidade, X-Men: Destiny provavelmente não se afasta muito do estilo clássico de Beat-em Up a que você deve estar acostumado. Trata-se de algumas combinações simples de botões, que liberam desde ataques simples a poderes mutantes. Entretanto, alguns floreios conferem certo diferencial às cenas de ação: a mensagem de texto que avisa sobre a existência de um inimigo nas cercanias é destruída juntamente com o sujeito — não que seja muito relevante, mas certamente tem estilo.
E, é claro, a ação ganha novas cores conforme o seu personagem busca alianças e faz suas escolhas dentro de um cenário devastado por uma guerra genética não muito diferente do que se poderia encontrar no “mundo real” — exceto, talvez, pelos superpoderes.
De qualquer forma, mantém-se a dúvida: Destiny será mesmo capaz de oferecer profundidade e desdobramentos suficientes às suas escolhas? É de se esperar que escolher entre “mutantes” e “humanidade” não desemboque simplesmente em uma porção distinta de cenário.
X-Men: Destiny tem lançamento previsto para o dia 27 de setembro. Fique ligado para mais novidades.

Anúncios
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s