The Secret World

The Secret World

Sociedades secretas e uma guerra milenar

A proposta que o MMO (jogo online massivo) The Secret World traz é um tanto quanto iconoclasta. A desenvolvedora norueguesa Funcom resolveu abandonar a temática recorrente da fantasia medieval — presente inclusive no seu The Age of Conan — em favor de uma abordagem contemporânea, embora igualmente ancorada em conflitos e lendas que já contam vários séculos entre o imaginário popular.

Dessa forma, o fabulário (re)forjado de J.R.R. Tolkien  dá lugar à disputa entre sociedades secretas pela hegemonia em um terreno político subjacente. Um espaço no qual, além do mais, é possível encontrar o Cálice Sagrado, criaturas míticas e feitiçaria.

Img_normal

Naturalmente, você será um neófito em uma das facções beligerantes aqui. São elas: Iluminati, Cavaleiros Templários e Dragon — está última, naturalmente, de origem asiática.
Mesmo sem divulgar ainda uma data de lançamento definitiva, a Funcom resolveu trazer novos detalhes sobre o funcionamento de The Secret World. Basicamente, o embate interfacções pode se dar em dois modos: PvP (jogador contra jogador) e PvE (jogador contra ambiente). Talvez seja interessante começar por esse último.
Horrores marinhos em Kingsmouth
A despeito do que se vê na grande maioria dos MMOs, The Secret World traz algumas alternativas ao ambiente típico de pancadaria mágica — pelo menos em boa parte do tempo. Na verdade, caso resolva encarar as missões do jogo, é bem possível que você e seu grupo acabem com um mistério de gelar a espinha — que também pode abrigar alguma sabotagem.

Img_normal
Kingsmouth é um bom exemplo disso. Trata-se aqui de uma cidade costeira estadunidense que guarda grande semelhança com a Nova Inglaterra presente na antologia literária “Shadows Over Innsmouth”. Basicamente, Kingsmouth abriga uma praga zumbi de origem desconhecida — embora horrores de “natureza” distinta também despontem em cada esquina.

É precisamente nesse cenário que o seu personagem é colocado, cuja missão, conquistada logo no início, envolve desvendar o mistério por trás da erupção de mortos-vivos, a fim de tornar as ruas da pacata cidadezinha novamente transitáveis.

Mas a missão de higiene anti-formol também traz boas oportunidades de conferir como as coisas realmente funcionam em The Secret World. Por exemplo? Pisotear carros fará com que os alarmes disparem, representando a forma mais rápida de superlotar as redondezas de zumbis — algo que já foi visto antes, diga-se de passagem.

Além disso, trata-se também de uma boa oportunidade de conhecer um pouco mais sobre a fauna característica do MMO. Um “corpse gorger”, por exemplo, é um zumbi gigantesco e de andar cambaleante, formado a partir de diversos cadáveres entulhados.
Em determinado ponto da missão, você encontrará Andy, um típico personagem NPC (não controlado pelos jogadores) de The Secret World. Assim como todos os personagens centrais do mundo de jogo, Andy é totalmente dublado. Embora não seja particularmente brilhante, o personagem compartilhará com o seu grupo as suas suspeitas ligando a infestação zumbi à chegada de estranhas criaturas vindas do oceano — conhecidos aqui como “draugs”. Aliás, essas criaturas andaram colocando alguns ovos por lá (mais suspeito que isso, impossível!).

Vale aqui um destaque para o apuro da Funcom ao criar um ambiente de jogo verossímil. “Draugs” não são apenas criaturas marinhas desfiguradas, cujo principal objetivo reside em espalhar zumbis — não que vá muito além disso, é claro. Na verdade, as criaturas possuem uma ecologia própria, e é vital conhecê-la antes de sair distribuindo magias a torto e a direito.
Basicamente, “draugs” fêmeas botam seus ovos no mar, ficando o período de incubação por conta do macho, que passará a maior parte do tempo na praia. Dessa forma, destruir “draugs” machos e seus respectivos ovos fará com que as fêmeas despontem na praia. Nesse momento você poderá destruí-las, segurando assim a infestação… Pelo menos por algum tempo. Infelizmente, destruir as fêmeas ocasionará o surgimento do “draug lord” — a imensa criatura de olhos amarelos que aparece no trailer do jogo.
Investigações dentro e fora do jogo
A fim de tornar as missões mais envolventes, a Funcom pretende acrescentar diversas vias possíveis de pesquisa, algumas delas exteriores ao jogo. Em entrevista ao site Gamespot.com, representantes da desenvolvedora mostraram-se simpáticos à ideia de sites dos fãs, ou de sites de estratégia como fonte de consulta.

Img_normal

Para os desenvolvedores, existe naturalmente certo tipo de jogador menos disposto a enfiar a cabeça em mistérios, e que gostaria de terminar as missões o mais rápido possível. Para estes existem sempre os “detonados”… Fornecidos por jogadores suficientemente pacientes para desvendar a história por vias tradicionais.
De qualquer forma, a desenvolvedora prevê que algumas missões tomem “vários meses” de empenho, planejando ainda incentivos (prêmios, por assim dizer) para jogadores que consigam terminar primeiro uma nova missão de investigação.
Nada de classes ou níveis
Pode-se dizer que a escolha da temática não representa o único ponto de iconoclastia no título da Funcom. Conforme você já deve ter lido anteriormente aqui no Baixaki Jogos, não existem classes e nem mesmo níveis em The Secret World, o que torna o desenvolvimento dos personagens bem pouco restritivo. Em vez de se desenvolver pelas vias tradicionais, você terá aqui um deck de habilidades, e sempre poderá escolher quais levar para o calor da batalha.
Afora isso, existem aqui alguns ataques bastante clássicos. Bolas de fogo por exemplo. Mas há um diferencial: um personagem atingido pela magia assume temporariamente o “status” de “pegando fogo”, tornando-se um alvo fácil para ataques “contra alvos flamejantes”.

Mas ainda há algo de tradicional aqui, é claro. Você ainda dependerá de pontos de experiência — obtidos através de missões, abate de monstros ou batalhas interjogadores — para adquirir novas habilidades para o seu personagem.
Em The Secret World, podem-se ter sete habilidades “passivas” e cinco “ativas”. Enquanto estas precisam ser ativadas manualmente, aquelas valem durante todo o tempo, provendo o personagem de vários bônus.
Nos planos do estúdio estão 500 habilidades para acompanhar o lançamento do título, incluindo dano aumentado para arma de fogo, desenvoltura com armas brancas e poderes mágicos. Elas serão distribuídas em uma “roda de habilidades”, interface circular que divide as vantagens em seções de combate corpo a corpo, combate à distância, cura, magia e miscelânea.
Uma facilidade para os novatos

Img_normal
Conforme reconhece a própria Funcom, o desenvolvimento livre de personagens poderia deixar alguns jogadores um tanto perdidos, sobretudo os novatos, que poderiam se confundir em meio a uma miríade de habilidades sem conexões óbvias.

Para tanto, a desenvolvedora incluiu um sistema de padrões que associará habilidades afins em grupos pré-prontos. Ao longo do jogo, conforme conclui certas missões, o seu personagem pode acumular até dez padrões diferentes. Ademais, desbloquear novos padrões ainda deve conquistar algum prestígio dentro de uma facção, já que personagens com mais padrões de liberados têm acesso às melhores missões da guilda.
Combates entre jogadores
Caso os mistérios “insondáveis” de The Secret World não façam muito o seu estilo, sempre é possível encarar o bom e velho duelo de personagens, que aqui aparece em duas modalidades: baseado em equipes e livre — basicamente, pancadaria generalizada e o caos instalado. Até o momento, foram demonstrados três arenas diferentes para as batalhas, todas, é claro, de acordo com a temática do jogo .
Um deles é Stonehenge. O misterioso aporte turístico inglês aqui assume a forma de um perfeito cenário para batalhas entre equipes no melhor estilo “rei da montanha”. Já Shambala (ou Shangri-La) funciona bem ao estilo “o último homem em pé”. Por fim, há El Dorado, a mítica cidade de ouro, que se constitui aqui na forma de uma imensa pirâmide lotada de ídolos anciãos, cujo assimetria interior promete variações interessantes para as batalhas.

Img_normal

Por fim, The Secret World parece trazer uma mistura interessantes entre elementos tradicionais e inovações temáticas. Interessado em tomar parte na batalha entre sociedades secretas? Então aguarde novidades aqui no CentrodosGamesBr.
The Secret World ainda não possui uma data de lançamento.

Anúncios
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s